Você já ouviu falar em Growth Hacking? Traduzindo para o português, o termo tem como significado “hackear o crescimento do seu negócio”.

O Growth Hacking é uma técnica de obter e engajar usuários através de combinações do marketing tradicional, habilidades de desenvolvimento de produto e competências analíticas, e um hacker que tem como foco principal crescer o número de usuários e clientes de um determinado produto/serviço.

Em outras palavras, o conceito deste processo é alavancar o crescimento do seu negócio, de modo exponencial, fazendo uso de poucos recursos financeiros, aliados ao marketing.

Apesar da pouca popularidade no Brasil, a estratégia existe desde o ano de 2010. Para ter um entendimento melhor desta ferramenta e de como aplica-la em seu negócio, continue lendo este artigo.

Como aplicar Growth Hacking e alavancar meu negócio

O Growth Hacking possui alguns princípios que podem ser facilmente utilizados no dia-a-dia do seu próprio negócio.

  1. Colete informações: É necessário que você reúna informações sobre o seu produto/serviço. Como assim? O que queremos dizer é que não adianta você lançar um bem ou serviço e não saber a forma como as pessoas fazem uso dela.
  2. Entenda o conceito de Growth Hacking: Esteja ciente que o GH é uma espécie de fusão entre marketing e as aptidões de desenvolvimento e programação do produto/serviço. As duas coisas funcionam juntas, uma complementando a outra.
  3. Esteja atento quanto a experiência do cliente com seu produto: A estratégia de Growth Hacking valoriza bastante a experiência do usuário com o determinado produto. Por exemplo: A pré-venda de um produto precisa proporcionar uma experiência diferente e “fantástica” ao consumidor. O mesmo vale para o trial do produto. Já o onboarding deve ser inesquecível.

É primordial ter todas as informações em suas mãos, para que você possa aprimorá-los e encontre um meio para que seu produto alcance uma taxa maior de crescimento.

Além destes três pontos, o atendimento e suporte ao consumidor devem deixá-lo satisfeito, para que ele “vista a camisa” do seu negócio. Ou seja, o cliente deve consumir mais vezes o seu produto.

Sendo assim, é de extrema importância que não só o empreendedor, mas os demais colaboradores da empresa estejam familiarizados com os conceitos do Growth Hacking, e que as suas estratégias e técnicas sejam realizadas e traçadas em conjunto, para que toda a equipe esteja no ritmo e no caminho certo do sucesso.

Veja a seguir, 5 ferramentas de Growth Hacking para o seu negócio:

– SEO (Search Engine Optimization);

–  Marketing de Conteúdo;

– E-mail marketing;

– Aquisições virais;

– Aquisições pagas.

De modo geral, estas ferramentas irão auxiliar no ranqueamento do site ou blog nos buscadores como o Google, na geração de conteúdos educativos em formato de e-books, vídeos e infográficos.

Através destas dicas e ferramentas de Growth Hacking, será muito mais fácil alavancar o seu negócio.

Se você conhece alguém que também está querendo alavancar seu negócio por meio de GH e não sabe como, compartilhe este post.