O mundo está se tornando cada vez mais urbano, enquanto as populações metropolitanas crescem a um ritmo sem precedentes. Esse contexto tem preocupado líderes de cidades do mundo inteiro, que precisam planejar estrategicamente as necessidades de transporte dos cidadãos.

É por isso que a mobilidade urbana é um tema tão relevante para o século 21: a saúde social, cultural e econômica das cidades depende da facilidade de fluxo dos seus cidadãos. O contexto brasileiro é especialmente dramático nesse aspecto, uma vez que temos sistemas de transporte coletivos deficitários, dificuldades relacionadas a planejamento de tráfego urbano e cidades altamente congestionadas.

O artigo a seguir, pretende discutir essa temática e responder como a mobilidade urbana é relevante impacta a rotina de bilhões de pessoas no mundo todo.

Boa leitura!

A relevância do transporte

À medida que o mundo se urbaniza rapidamente, os líderes das grandes cidades e os planejadores urbanos precisam gerenciar os sistemas de transporte estrategicamente para garantir que as necessidades das pessoas e dos negócios sejam atendidas.

Os encarregados de administrar sistemas de transporte devem ser ousados o suficiente para descartar sistemas antiquados e lentos para adotar soluções inovadoras. Mover-se de A para B é uma parte fundamental da vida de quase todos os cidadãos e, em muitas cidades, os sistemas de transporte existentes se concentram fortemente no uso de automóveis, o que não é viável à medida que as populações crescem.

Os impactos da mobilidade urbana

Associado ao aumento dos níveis de poluição e à redução das fontes de energia, o transporte é um dos desafios mais relevantes que enfrentamos quando planejamos e administramos nossas cidades.

A mudança dos padrões de mobilidade acaba afetando muitos outros aspectos da vida urbana, como a economia, o mundo do trabalho e a saúde e o bem-estar dos cidadãos e, em paralelo, a mudança de estilo de vida inevitavelmente terá impacto no comportamento e nas preferências das pessoas.

Além disso, a mobilidade urbana eficiente pode impulsionar a competitividade de uma cidade, atraindo talentos, criando uma economia próspera e contribuindo para o seu sucesso em relação a outros centros urbanos. Portanto, uma abordagem flexível e inovadora para o transporte, que favoreça a inovação e a colaboração multisetorial, é vital, à medida que reinventamos e reimaginamos nossas cidades.

O papel dos cidadãos

Em todo o mundo, a busca por soluções de transporte novas e viáveis não é mais liderada apenas pelas autoridades. Cada vez mais, a inciativa privada tem buscado inovar, seja através da criação de infraestrutura, seja com a utilização da tecnologia para compartilhar o uso de carros, como no caso da recente revolução do transporte urbano trazida por empresas como Uber, Lyft e 99.

Os desafios do transporte têm trazido consigo não apenas a ascensão de novos modelos de transporte, mas tem sido parte de uma discussão muito maior. Os impactos ambientais da utilização de combustíveis fósseis, as doenças causadas pela poluição que causam prejuízos para os sistemas de saúde, os acidentes com fatalidades e, por fim, o estresse e a ansiedade causados pelo trânsito das grandes cidades ainda são pautas relevantes que ainda precisam ser direcionadas, e que devem pautar o pensamento de líderes e planejadores urbanos pelos próximos anos.