big data, quando utilizado de maneira a estreitar o relacionamento da empresa com o cliente, é uma ferramenta que permite alavancar os resultados do negócio e aumentar o número de leads qualificados, o que significa que as taxas de vendas e de fidelização de consumidores se tornam mais satisfatórias.

Através da análise detalhada das informações proporcionadas pelo big data, as corporações têm a possibilidade de planejar melhor suas estratégias, reinventar seus produtos, investir em capacitação de funcionários, etc. As maneiras pelas quais a análise dos dados dos consumidores pode ser utilizada são variadas.

O que é o big data?

Antes de falarmos sobre a aplicação do big data direcionada à relação da empresa com o cliente, vamos definir o seu conceito. Em termos bastante resumidos, o big data se refere a conjuntos grandes de dados que serão armazenados e processados.

Quando você entra em um site, por exemplo, o navegador que você está utilizando recebe um cookie. A partir dele, a empresa obtém acesso ao rastreamento das informações que o usuário envia a ela, como o número de cliques, as áreas mais visitadas do site, os conteúdos baixados, etc.

A utilização do big data é um dos recursos mais eficazes para aumentar o número de leads qualificados, pois permite que o empreendimento direcione esforços específicos. A estratégia de captação e fidelização de leads, por consequência, se torna muito mais refinada e traz mais oportunidades. A partir disso também é possível ajustar as ferramentas de marketing digital, por exemplo.

Exemplos de dados fornecidos

O big data integra e centraliza um conjunto enorme de informações em relação às ações praticadas pelos usuários em sites ou aplicativos das empresas, como a quantidade de interações geradas pelos call-to-actions nos textos, por exemplo, ou os dados cadastrais fornecidos pelos consumidores que preenchem os formulários.

Além desses exemplos citados, é possível que a empresa também monitore as visualizações de cada página e/ou tela, o alcance das landing pages, quais conteúdos do site foram baixados, as interações com os e-mails e mensagens dentro dos aplicativos, etc. Ou seja, existem múltiplas fontes que geram dados.

Aperfeiçoando a relação com o cliente

Ao longo de toda a jornada do cliente, desde o momento em que ele primeiramente acessa o site da empresa até a hora da compra, ele fornece dados que agregarão ao big data. Em cada uma das etapas desta jornada, portanto, a empresa tem a oportunidade de monitorar o comportamento do cliente.

Por meio dos conjuntos amplos de dados fornecidos por eles, as empresas têm melhores ferramentas para ir além da estratégia de “converter possíveis leads em clientes”. Com o big data, é possível aplicar uma análise ainda mais aprofundada em relação às demandas dos consumidores, fazendo com que o grau de confiança dos usuários nos seus produtos e/ou serviços oferecidos aumente.

Portanto, cabe a cada empresa reunir estas informações geradas pela tecnologia do big data e utilizá-las em boas estratégias que melhorem a comunicação com o cliente, tornando a abordagem mais próxima e personalizada às necessidades de cada um.